terça-feira, 24 de julho de 2012

sem ter tido


há sempre um sentido a mais
derme
epiderme
poesia.
sensibilidade supracutânea
tato estático

nada
nunca é
somente.

há sempre um desdobramento
recepção emergente;
combustão pressagiada;
dispersão interna.
desaguar de conceber

há sempre um sentido a menos
a menos
que se poetize.
amemos
quem se pulverize.

Um comentário:

  1. nossa, adorei!!!!
    muito bonito Igor, e gostei da cara nova do blog também!

    ResponderExcluir